Qual é o custo de vida para morar em Orlando?


Veja a seguir o preço médio do combustível, aluguel e vários outros

O custo de vida é um fator importante a ser considerado antes de uma mudança definitiva. Por isso, se está pensando em fazer do sul da Flórida o seu novo endereço, veja aqui algumas informações sobre o custo de vida em Orlando.

Aluguel, supermercado, gasolina e até o preço de imóveis à venda, a seguir estão listados alguns pontos para lhe ajudar a fazer uma comparação entre a vida no Brasil X a vida nos EUA. Qual será que vale mais a pena? Entenda!

Moradia

Quem já pagou aluguel no Brasil sabe o quanto esse gasto pode comprometer o orçamento, especialmente em capitais. Sendo assim, considerando que Orlando é uma cidade turística e movimentada, nada mais justo do que comparar com uma região brasileira igualmente agitada, como São Paulo.

De acordo com os dados mais recentes divulgados sobre o assunto, o aluguel de um imóvel residencial na cidade de São Paulo custa, em média, R$2,2 mil por mês. Contudo, existem bairros na cidade, como Vila Nova Conceição, onde a média sobe para R$4 mil mensais.

Já na cidade de Orlando, Capital Mundial dos Parques Temáticos, o cenário é outro. Alugar uma residência mobiliada, em uma região próxima dos pontos turísticos mais frequentados, com 1 ou 2 dormitórios, custa, em média, de US$1 mil a US$1,5 mil mensais.

Para aqueles que não estão interessados em pagar aluguel, mas sim em comprar casa em Orlando, a notícia também é boa. Seja à vista ou em um financiamento de imóveis no exterior, as condições são excelentes e incluem facilidade para conseguir crédito e juros anuais de 3,45% a 8,5%.

Carro

Incluir no custo de vida em Orlando a diferença de preço da aquisição de um carro nos EUA e no Brasil é tão discrepante que chega a impressionar. Brasileiros sabem muito bem que adquirir um veículo no país não é nada barato e a dívida costuma durar vários anos. Veja a seguir a comparação entre alguns modelos de veículos:

ModeloEUABrasil
Corolla 2018US$18 milEntre R$92.690 e R$117.990
Ford Fusion 2017US$24.270Entre R$121.500 e R$154.500
Honda Fit EXLUS$21.410R$ 80.900

 

No entanto, manter um carro é muito mais do que poder pagar por ele, certo? É preciso pagar imposto, pedágio e combustível, por exemplo. Por isso, aqui estão alguns outros custos que fazem parte da vida de quem possui um veículo:

  • IPVA: o Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores é cobrado anualmente e o seu custo pode variar, afinal ele corresponde a uma média de 2 a 3% do preço do carro. Ou seja, quanto mais caro o veículo, maior o valor do imposto.

Nos EUA, o imposto que corresponde ao IPVA tem uma tabela única e que não varia de acordo com o preço do carro. Proprietários de um fusca ou de uma Ferrari pagam o mesmo valor, cerca de US$36 a US$72 por ano.

  • Gasolina: outro custo que faz toda a diferença é o do combustível e no Brasil ele costuma ser salgado. Em São Paulo, por exemplo, proprietários de veículos chegam a pagar cerca de R$4,24 o litro.

Em Orlando, na Flórida, a história é outra. Depois de passar por uma redução no preço do combustível, a gasolina por lá custa em média US$2,34 o galão (1 galão equivale a pouco mais de 3 litros).

Família em carro preto

Supermercado

Quanto custa entrar no supermercado e encher o carrinho no Brasil? O supermercado é um item imprescindível na hora de calcular o custo de vida em Orlando, por isso vamos fazer uma comparação entre o país verde amarelo e o sul da Flórida.

Uma boa compra, que inclui carne, legumes, produtos de higiene, perecíveis, pães, etc não sai por menos de R$400 — considerando um casal sem filhos.

Nos Estados Unidos, mais especificamente em Orlando, a história é outra: com US$200 é possível manter uma alimentação equilibrada durante o mês. Além disso, os supermercados fazem muitas promoções e para isso distribuem cupons de desconto ou dão um produto de presente na compra de outro (BOGO — Buy One, Get One) o famoso “comprou, ganhou”.

Saúde e lazer

Sobre a saúde, é importante ressaltar alguns pontos. No Brasil, há o SUS, Sistema Único de Saúde, que oferece atendimento médico gratuito à população. Contudo, quem conhece sabe que, na prática não é bem assim. Existem casos em que o paciente pode ficar durante anos aguardando para realizar um exame médico, devido à grande fila de espera.

Nos Estados Unidos, por outro lado, atendimento médico é sempre pago, mas é de qualidade. O preço a ser pago pelo atendimento varia conforme a região do estado: em Orlando, uma consulta custa, em média, US$ 112. Em Miami, US$ 96.

Outro ponto é o lazer e isso há de sobra na Flórida. Afinal, na Capital dos Parques Temáticos não podia ser diferente. A região possui praias, parques naturais, parques temáticos, estádio de futebol, shoppings e por aí vai – opções para todos os bolsos e gostos.

Sabendo de tudo isso sobre o custo de vida em Orlando, certamente a vontade de mudar para a região só aumentou. Por isso, converse com um dos corretores do time Authentic para descobrir como dar o próximo passo na realização desse sonho ainda hoje. Talvez seja possível mudar-se para o sul da Flórida ainda este ano, já imaginou?!