WhatsApp
Loading

FALE COM NOSSO CORRETOR

PREFERÊNCIA DE CONTATO:

SOLICITE NOSSA LIGAÇÃO

PREFERÊNCIA DE CONTATO:

Mensagem enviada

Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Você terminou!

Obrigado por preencher nosso formulário de feedback de pesquisa de compradores, alguém da nossa equipe entrará em contato com você em breve. Estamos ansiosos para ajudá-lo.

Bem-vindo a Authentic!

Obrigado por se escrever a nossa Newsletter.

Download completo!

Por favor, verifique seu e-mail para baixar nosso e-book.

Mensagem não enviada

Não foi possível enviar sua mensagem.

Servicios en español

Ofrecemos servicios en español. Contáctenos!
10 dicas para dirigir em Orlando
10 dicas para dirigir em Orlando

Confira algumas dicas essenciais para não se atrapalhar enquanto dirigir em Orlando

Orlando é uma cidade que foi projetada para tráfegos intensos de carros. Suas vias são largas, bem asfaltadas e os buracos são quase inexistentes. O melhor de tudo é que os motoristas locais são educados e a lei de trânsito são cumpridas. Mesmo assim, muitos brasileiros que chegam à cidade pela primeira vez, se sentem inseguros de dirigir em Orlando.

Para acabar de vez com receio de pegar um carro, destacamos 10 dicas essenciais que vão tornar sua condução pelas de ruas da cidade menos preocupante. Confira.

1-) Coordenadas

Orlando não é uma cidade grande. Em meia hora é possível atravessá-la de ponta a ponta. Como no Brasil, os pontos cardeais definem cada região: Norte (N), Sul (S), Leste (E) e Oeste (W).

A principal via é a I4, pois dá acesso a importantes estradas e avenidas como a 417 com destino ao aeroporto, ou a 528 que corta o meio da cidade. Para chegar a Disney, Universal ou Seaworld, certamente você vai ter que passar por essa rodovia.

2-) Retirando o automóvel

Com a CNH brasileira, passaporte e cartão de crédito internacional em mãos, é possível retirar seu veículo na locadora do Aeroporto sem complicações. Felizmente, os arredores do terminal são bem sinalizados. Em menos de meia hora você já vai estar no seu hotel.

Lembrando que a locadora oferece mapas da cidade gratuitamente, e ainda aluga GPS para os clientes. Contudo, muitas pessoas preferem comprar o localizador no mercado, já que o aparelho sai mais em conta do que na própria locação.

3-) Carros automáticos

Os carros manuais nos EUA foram praticamente abolidos. Portanto, não conte com eles na hora da locação. Apenas um carro automático será disponibilizado. Se você nunca guiou um carro com essas funções, não se preocupe. Com um pouco mais de 10 minutos dirigindo, o motorista inexperiente já está com todos os comandos na cabeça. Lembrando que o câmbio é dividido em P (para estacionar e parar), R (para a ré), N (ponto morto), D (para dirigir), e M, D3 E D2 para a preferência de marchas.

4-) Velocidade

Nos EUA a velocidade é medida em MPH (milhas por hora). Inclusive, o velocímetro também usa essa medida como referência, em vez de quilômetros por hora. A média de velocidade nas rodovias de Orlando fica de 55 a 70mph (90 a 105km/h), enquanto na cidade o número cai para 20 a 30mph (32 a 48km/h).

5-) Bebida

Nos EUA a tolerância é zero com motoristas embriagados. Dependendo do caso, o condutor poder ser preso imediatamente. Portanto, se for motorista, pense duas vezes antes de tomar um gole de cerveja.

6-) Conversão a direita

Caso necessário, mesmo com o semáforo vermelho em um cruzamento, o motorista poderá seguir à direita, sem a necessidade de esperar o sinal abrir. Lembrando que o cuidado deve ser redobrado na hora de fazer a conversão, já que existe o risco de um carro no sentido contrário colidir com seu veículo.

7-) Idade

Nos EUA, jovens a partir de 16 anos já podem dirigir. Contudo, para alugar um carro nos país é necessário ter 21 anos de idade.

Condutores entre 21 e 24 anos pagam uma taxa extra de U$25 por dia para alugar o carro.

8 -) Vaga para deficiente

Estacionar em vagas especiais não sendo portador de qualquer deficiência pode pesar no bolso. Portanto, nunca pare o carro no espaço destinado para pessoas com necessidades especiais.

Outra dica importante para evitar multas é não estacionar o carro de ré. Muitos automóveis não possuem emplacamento na frente do veículo. Portanto, entre de frente na vaga, para que a placa fique sempre virada para a rua.

9-) Abastecendo o veículo

Isso não é uma grande novidade, já que é muito comum ver personagens em séries e filmes americanos abastecendo o próprio veículo. Nos EUA você é o frentista. Todos os postos de combustível funcionam com cartão de crédito internacional. Basta colocar o valor que deseja abastecer para liberar o uso da bomba. Caso deseja pagar em cash (em dinheiro) você pode entrar no loja de conveniência, indicar o número da bomba de gasolina na qual seu carro está, e dar a quantia desejada.

10-) Pedágios

Existem 3 tipos de pedágios pela cidade: Change receipt que é pago em um guichê; o Exact Coins não tem atendente e é pago com moedas; e, por fim, o E-Pass/ Sun Pass que é o serviço que identifica o pagamento automático e sem parada, por meio de um chip instalado no carro. Lembrando que os pedágios são bem baratos e dificilmente cobram mais de U$2,00 por parada.

 

Agora que você já está por dentro de como dirigir em Orlando, que tal entrar em contato com um dos corretores da Authentic Real Estate e conhecer nossas casas para temporada em Orlando ?!