Conta bancária nos EUA: é necessário?

Conta bancária nos EUA – é necessário?

Uma dúvida muito comum para quem irá viajar de férias ou até mesmo transferir residência para a Flórida: é necessário abrir uma conta bancária nos EUA?

Você já pensou em abrir uma conta no exterior? E ter uma casa na Flórida? Talvez você fique surpreso, mas a cada ano mais brasileiros abrem conta bancária nos Estados Unidos, uma grande vantagem principalmente para quem vai passar férias ou pretende comprar casa em Orlando e realizar o sonho de ter uma bela casa de férias. Na verdade, o procedimento é bastante simples, até porque em termos de burocracia os EUA são muito menos exigentes do que o Brasil. Por isso, mesmo que você apenas vá fazer uma viagem de turismo você pode abrir uma conta e tornar a sua vida mais fácil.

Uma das vantagens é que abrindo uma conta bancária nos EUA você dispensa traduções e várias outras burocracias nas remessas de valores entre contas de mesma titularidade. A única exigência feita pelos bancos brasileiros será a comprovação de origem do dinheiro, uma forma de evitar a lavagem como as feitas pelo narcotráfico, terrorismo, fraudes de imposto de renda etc. O banco americano poderá ou não cobrar tarifa de manutenção da conta, mas a maioria deles cobra em média US$ 10 mensais para contas cujo saldo médio é inferior a US$ 1.500.

Como e onde abrir sua conta

Alguns dos bancos que têm menos burocracia são o Banco do Brasil Americas, Chase Bank, Fifth Third Bank, Regions Bank e Wells Fargo: tudo o que você precisa é do seu passaporte, de uma quantia inicial de depósito que varia entre US$ 20 e U$ 200 e de um comprovante de residência. A exceção fica para o BB Américas, que é um pouco mais exigente – afinal faz parte do grupo Banco do Brasil e permite que você abra a conta à distância se já for cliente do BB. O Banco do Brasil Américas exige a cópia de dois documentos de identidade válidos (passaporte, carteira de identidade, visto ou CNH), comprovante de residência recente em seu nome e formulário KYC preenchido.

Há ainda o Regions Bank, um banco menor na Florida que, basicamente, serve à comunidade da América Latina, com vários brasileiros e porto-riquenhos trabalhando nele. Lá a abertura de conta é feita apenas mediante o depósito de US$ 100 e o passaporte, mais nada. Os bancos americanos oferecem cheque a todos os clientes, cartão de débito que pode ser entregue na hora e cartão de crédito de acordo com a movimentação da conta, mas não é exigido Social Secutity Number (o equivalente ao nosso CPF) nem comprovante de renda.

Vantagens

Uma das principais vantagens é fugir legalmente do IOF, que mais pesa quanto maior é a frequência de viagens ao exterior, claro. No entanto, uma vantagem muito importante é a facilidade para quem quer comprar casa em Orlando através do financiamento, que para estrangeiros chega a 75% do valor do imóvel com juros entre 5% e 6% ao ano.

Outra vantagem de ter uma conta concorrente nos EUA é poder utilizar os drive thru para operações bancárias simples, como visualização de extratos ou saques de conta corrente, tudo sem precisar sair do ar condicionado do conforto do seu carro. Muito comum na Flórida, esse sistema utiliza opções de caixas diferentes de acordo com o tipo de serviço que você precisa. Por exemplo, se a operação que você pretende fazer demanda algum tipo de atendimento, há caixas específicos que se conectam remotamente a uma agência através de uma janelinha, dali mesmo você fala com um gerente, por exemplo. Tudo rápido, fácil e seguro.

A melhor dica para escolher o seu banco, no entanto, é procurar uma imobiliária  especializada em casas à venda em Orlando, com profissionais que falam português, treinados para apontar a melhor opção de banco e de conta para o seu caso.

x

Envie uma mensagem para nossa equipe de corretores para obter informações e sanar todas as suas dúvidas sobre todos os nossos imóveis. Estamos à sua disposição.

error: Ação não permitida !!