O financiamento de imóveis nos Estados Unidos

Como funciona o financiamento de imóveis nos Estados Unidos?

Entenda a facilidade de financiamento de imóveis nos Estados Unidos.

Muitos brasileiros impressionados com a disparidade de preços e de qualidade entre os imóveis no Brasil e de Orlando acabam deixando passar a oportunidade por não conhecerem as facilidades de financiamento para estrangeiros nos Estados Unidos. Conhecido como “foreign national loan”, ele é largamente utilizado na Flórida por pessoas de todo o mundo, especialmente por brasileiros que não têm o valor total para a compra à vista de uma casa em Orlando e são atraídos pelos juros bem mais baixos do que os praticados pelo sistema de financiamento imobiliário brasileiro.

Financiamento de imóveis nos Estados Unidos: praticamente sem burocracia

Além dos juros mais baixos, a burocracia também é inacreditavelmente menor do que no Brasil. O primeiro requisito para conseguir o foreign national loan é o investidor estar de forma legal nos Estados Unidos, com um visto válido – e mesmo os comuns, como de turista, estudante ou business são suficientes. Mas atenção, porque quem está com status irregular imigratório no país não consegue financiamento imobiliário nos Estados Unidos, especialmente depois da bolha de 2008, quando os bancos restringiram as regras para a documentação exigida.

Além de estar em situação regularizada, o estrangeiro candidato ao financiamento deve conseguir comprovar renda suficiente no seu país de origem para arcar com as parcelas do financiamento, com um valor que seja no mínimo três vezes superior ao valor de uma mensalidade. O terceiro requisito burocrático é uma comprovação de estar em dia com Imposto de Renda (IR) no seu país de origem pelo período dos últimos dois ou três anos.

Entrada pequena e juros mínimos comparados aos brasileiros

Para o americano que deseja financiar sua casa própria na Flórida, o governo disponibiliza uma linha de crédito que abrange 96.5% do valor do imóvel, mas para estrangeiros não é bem assim. É preciso dar uma entrada mínima de 25%, ou seja, ele abrange 75% do preço de sua casa ou apartamento em Orlando.

No entanto, ao contrário do Brasil, quanto mais alta a entrada, mais baixos ficam os juros, o que torna o pagamento das parcelas muito mais fácil. Para se ter uma ideia, os juros mais altos, ou seja, para quem der 25% de entrada, ficam em 8,5% ao ano. Se aumentar só um pouquinho a entrada, passando para 30%, os juros já caem para 5% ao ano, e para 4,5% para 40% de entrada. Ou seja, as condições são realmente muito boas.

Por outro lado existe um valor mínimo de imóvel exigido para ser financiado: o foreign national loan só é concedido para residências que custem no mínimo US$ 85 mil (cerca de R$ 323 mil). A vantagem é que como lá as casas são muito mais baratas do que no Brasil, você encontra imóveis fantásticos, com excelente padrão de qualidade, na faixa entre US$ 85 mil e US$ 200 mil, que tem juros médios anuais de 8,5%. Acima de US$ 200 mil estes juros caem para quase a metade, 4,5%.

A comparação é inevitável: em que capital brasileira você consegue uma boa casa ou apartamento de veraneio por este preço? Os valores são praticamente três vezes menores do que os praticados em lugares como São Paulo, Rio de Janeiro ou Florianópolis, por exemplo, só para citar alguns.

Todo o processo leva em média 60 dias

Quem pensa que será um longo processo tem uma grata surpresa, porque normalmente em menos de dois meses já está recebendo as chaves do seu pedacinho de chão americano – e muitas vezes até bem antes, já que é apenas o tempo necessário para o banco comprovar toda a documentação do investidor. Comprar casa a Flórida é tão fácil que para quem paga em dinheiro todo processo pode levar apenas de 15 a 30 dias.

Facilidades ainda maiores para quem tem green card

No entanto, se você já tem cidadania americana ou green card, tanto a entrada quanto os juros podem ser ainda melhores, principalmente para quem está comprando seu primeiro imóvel: neste caso você pode conseguir juros a partir de 3.5% ao ano com entrada mínima de também 3.5% o valor da casa. Já para o segundo imóvel a entrada passa a ser de 20% a 40% e os juros ficam entre 3,5% e 5% ao ano.

Pronto para alçar voos mais altos fora do país em comprar sua primeira casa em Orlando? Aproveite essa oportunidade enquanto os preços, apesar da valorização anual que as casas e apartamentos na Flórida têm sofrido, ainda estão bem abaixo dos brasileiros, sendo um investimento muito lucrativo, seja para morar, alugar ou usar como casa de veraneio na Disney.

Veja nossa página sobre financiamento de imóveis nos Estados Unidos.

x

Envie uma mensagem para nossa equipe de corretores para obter informações e sanar todas as suas dúvidas sobre todos os nossos imóveis. Estamos à sua disposição.

error: Ação não permitida !!